quinta-feira, 29 de março de 2012

Robô chita bate record de velocidade


Um robô bateu um novo recorde de velocidade para um robô com pernas. A máquina é conhecida como chita, atinge os 29 quilómetros por hora e os criadores pretendem utilizá-la em situações de guerra.

O robô chita pertence à Agência de Pesquisa Avançada e Projectos da Defesa americana (Darpa, sigla em inglês), administrada pelo Pentágono, e foi criado pela empresa Boston Dynamics.

A máquina de quatro patas atingiu a velocidade de 29 quilómetros por hora, em laboratório.

O recorde de velocidade de um robô desta classe era 21 quilómetros por hora e pertencia ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), desde 1989.

O objectivo desta nova máquina é ajudar soldados em missões de longa distância durante guerras.

Os movimentos do robô foram baseados em movimentos de animais velozes e a máquina projecta-se, estendendo as suas costas e tornando-as flexíveis, aumentando o alcance dos passos.

O robô chita tem o tamanho de um cachorro.

Para já, a versão actual do animal depende de uma bomba hidráulica externa e um cientista tem que agarrar num tubo para que este não lhe atrapalhe a corrida. No entanto, deve sair um protótipo, este ano, que resolverá o problema.

A mesma empresa já criou outros modelos baseados em animais. O BigDog (Cão Grande, traduzido em português) faz percursos até 20,6 quilómetros, percorre caminhos húmidos de 35 graus de inclinação e transporta até 150 quilos.

Já o Rise, semelhante a um lagarto, sobe paredes, árvores e cercas usando as pequenas garras dos pés e uma cauda para ter equilíbrio.

Fonte: TV Net

Nota: Interessante é notar que mesmo havendo um planejamento inteligente por traz desse robô, ainda ele está sendo aperfeiçoado pelos inventores dele. Agora, como conceber a ideia de que a "máquina" perfeita que inspirou a invenção do robô chita tenha surgido por fatores unicamente naturais, o acaso cego e burro? A verdade é que o homem tenta copiar a natureza em sua perfeição e não quer aceitar a existência do Inventor de todo esse design inteligente que há na natureza, no caso, a chita. Deus não é aceito porque muitos não querem que Ele exista, pois não querem concordar com a ideia de que devem prestar contas com o seu Criador, vivendo segundo suas próprias paixões, cobiças e orgulho. A natureza revela que há um Criador, assim como a observação desse robô revela que há engenheiros que "queimaram" neurônios copiado a natureza e criando o robô chita.[ALM]

Veja o vídeo abaixo do protótipo do robô chita:



Agora compare com a corrida da chita (guepardo) que corre a mais de 110 km/h:

2 comentários:

Neto disse...

Concordo plenamente com a nota! hehe
E, pois é, mais uma maquina de guerra vem aí...

Elyson Scafati disse...

André, André!!!! Vc insiste sempre nos mesmos erros que vc foi doutrinado a aceitar com uma verdade.

ACASO EM TEORIA EVOLUTIVA NÃO EXISTE NÃO EXISTE, NÃO EXISTE. o ACASO REGE O QUE VAI ACONTECER COM NOSSO PLANETA (se vai cair um asteróide, se alguma atividade solar ou guinada do eixo da terra provocará uma era glacial, um supervulcão explodir, terremotos ocorrerem e rachar continentes ao meio, etc).

O guepardo e um animal que se adaptou a um tipo de caça que são aquelas gazelinhas super rápidas que saltitam debochando de leões e hienas.

O guepardo é uma animal que trabalha com o pique e tem insucesso em muitas de suas tentativas de caça. É um animal frágil se comparado a um leopardo.

Que tipo de idiota projetaria um guepardo se estivesse buscando excelência em um projeto?

Deus para um cientista é irrelevante, assim como é a fada do dente. Se vc quiser que deus ou qq outro ser metafísico exista, crie-o em sua mente. Invente o seu deus particular, pois ele nã fará qq diferença o dia que vc se deparar com a anatomia de um guepardo.

Cada povo, André, tem as suas crenças. Seu deus e sua prestação de contas a ele são válidas única e exclusivamente para seu sistema de crenças.

Vc se achar a "cereja do bolo" e que sua crença é a "bolachinha amanteigada da Kopenhagen" se traduz em paixões, cobiças e orgulho próprios.

Não André, a natureza não revela qq criador, pois esta figura, seja ela qual for, não se trata de uma hipótese testável.

Por que vc cita "um criador"?
Quem seria este "um criador"?
Vc tem provas concretas disso?
Vc pode afirmar que o criador a quem vc concebe e mais ou menos real que o criador de um indiano ou de um outro culto qq?
Se sim, que provas o fazem cncluir isso?
Como vc pode afirmar que este ser é "um criador" em detrimento de dezenas de criadores?
Que provas vc tem para sustentar essa afirmativa ou rechaça-la?


Se vc André não tira este ser de sua subjetividade e não mostra ao mundo a existência objetiva dele, qq discussão em torno dessa figura perde o objeto. É o mesmo que discutir de que cor os duendes gostam de se vestir.

Primeiro, mostre que s duendes existem. Depois analisaremos seu gosto por cores e roupas.

Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br