sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Brasil: Pátria Amada Sim, Idolatrada Não

Sei que o dia 7 de setembro já passou, mas quero fazer um pequeno comentário sobre parte da letra do nosso tão honrado Hino Nacional, escrito por Joaquim Osório Duque Estrada e melodia de Francisco Manoel da Silva.

O refrão "Ó pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve!" tem uma palavra que me incomoda muito, quando me ponho a cantar o Hino à Pátria, a palavra "Idolatrada". Nossa Pátria realmente é muito amada pela imensa maioria dos brasileiros (sou um dos principais nisso) e devemos dar votos de "salve, salve", mas não concordo em demonstrar idolatria a meu Deus, pois é isso que a letra sugere, idolatrar o Brasil (ou terá outra conotação?). Sabemos que hoje em dia a palavra em questão é muito usada e banalizada, como por exemplo, quando uma pessoa quer demonstrar muito amor a outra pessoa diz "eu te adoro", que é um sinônimo de idolatrar. Penso que estas palavras sinônimas só devem ser usadas com referência à divindade, pois é esta a verdadeira função delas.

Os dicionários mais modernos já vêm com um acréscimo na definição de idolatrar, dando o sentido de "idolatrar um ator" ou qualquer outro expoente na sociedade, podendo até ser usada para "estimar muito um objeto". Isso é reflexo do novo sentido que a própria sociedade deu para idolatrar ou adorar.

Não sei se foi esta a intenção de Joaquim Osório Duque Estrada, mas sabe-se que quando encomendaram uma canção para a Pátria a ele, recomendaram que fosse uma música que estimulasse muito o sentimento patriota da população. Enfim, ninguém falou nada de início sobre a letra do Hino eleito, e ele está aí.

Entretanto, meu patriotismo não mudou nada por causa disso, mas devo fazer esta ressalva quanto à letra do Hino Nacional, por ser um "pequeno grande problema". Dessa forma, quando canto o tributo ao País, sempre pulo a parte que "força" uma certa idolatria na mente das pessoas. Não pense que estou sendo muito trágico, pois tem gente que idolatra coisas até mesmo mais simplórias, como um carro, uma casa, dinheiro...

Muitas pessoas cantam nosso Hino sem se dar conta do que fazem, visto que a maioria canta sem mesmo saber o que está cantando na verdade. Garanto que se fizéssemos uma rápida entrevista com algumas pessoas aleatoriamente, pedindo para cantarem o Hino Nacional, uma boa parte cantaria errado (por não saber o que significam algumas palavras ou expressões do Hino), sinal de que é apenas algo que se decora e não se canta conscientemente.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Teoria que Explicava Formação dos Planetas Cai por Terra

Uma nova pesquisa demonstra que a turbulência na poeira estelar não permitiria que processos gravitacionais levassem à formação de planetas. A descoberta destrói a atual explicação sobre como os planetas nascem.

Teoria da instabilidade gravitacional

Utilizando simulações tridimensionais da poeira e dos gases que orbitam as estrelas, o estudo demonstra que a turbulência é um obstáculo significativo à instabilidade gravitacional, o processo que os cientistas têm usado desde os anos 1970 para explicar os estágios iniciais da formação dos planetas.

A teoria da instabilidade gravitacional propõe que a poeira interestelar iria se acumular no centro de um disco protoplanetário em órbita de uma estrela recém-formada. Esta poeira iria gradualmente se tornando mais densa e mais grossa, até atingir um ponto crítico, colapsando em aglomerados de vários quilômetros de diâmetro, que mais tarde se atrairiam mutuamente e se juntariam para formar o planeta.

Tempestades estelares

A pesquisa do professor Joseph Barranco, da Universidade Estadual de São Francisco, nos Estados Unidos, agora demonstrou que a turbulência mantém a poeira e os gases girando como um redemoinho, impedindo a formação de uma camada densa o suficiente para que a instabilidade gravitacional entre em ação e crie os primeiros aglomerados rochosos.

"Estes resultados desafiam a solução proposta para a formação dos planetas," disse Barranco. O pesquisador propõe que tempestades estelares gigantescas poderiam ser uma boa opção para uma nova teoria.

"Os cientistas têm usado há muito tempo a teoria da instabilidade gravitacional para explicar como partículas milimétricas crescem até dimensões quilométricas, mas estas novas simulações abrem novas avenidas para investigação. Talvez tempestades estelares maciças, similares aos furacões encontrados na Terra e em Júpiter, forneçam dicas sobre como minúsculos grãos de poeira se aglomeram para formar matacões de quilômetros de diâmetro," sugere o astrofísico.

Sementes de novos planetas

As pesquisas anteriores, que davam suporte à teoria da instabilidade gravitacional, usavam modelos bidimensionais. Segundo Barranco, esses modelos não levam em conta o Efeito Coriolis, uma força crucial para a turbulência. O Efeito Coriolis é o mesmo mecanismo que leva à formação dos ciclones e dos tornados na Terra.

"O que acontece com a poeira e o gás depois de um período de turbulência ainda é uma questão em aberto," diz Barranco. "Mas esse material poderia ficar no centro tranqüilo de uma tempestade espacial parecida com um furacão, ficando preso e se acumulando, formando a semente para o início da formação dos planetas."


(Publicação extraída na íntegra do site Inovação Tecnológica).

Nota: Como se percebe, muita coisa em ciência passa. As teorias humanas são frágeis e inconstantes, sujeitas a mudanças completas nas linhas de raciocínio. Esta nova descoberta sobre a impossibilidade da formação dos planetas a partir da condensação de poeira cósmica é apenas uma das inúmeras retificações ou refutações que a própria ciência reconheceu sobre suas convicções. Porém, uma coisa é certa, disse Jesus Cristo: "Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão." (Marcos 13:31). A Bíblia, como Palavra de Deus, é nossa única fonte de verdade eterna, a qual, nunca mudará, assim como Deus não muda.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Versículo Bíblico Criacionista (5)

"Porque assim diz o Senhor, que criou os céus, o Deus que formou a terra, que a fez e a estabeleceu; que não a criou para ser um caos, mas para ser habitada: Eu sou o Senhor, e não há outro." (Isaías 45:18).
.
Este é um dos versículos bíblicos mais completos ao reportar Deus como Criador e o único Deus que existe. Ele criou a Terra com um nobre propósito, o de servir de morada para os seres perfeitos como Ele. Dentre estas criaturas, o homem. Este, foi criado para refletir o amor e a glória do Senhor Deus, governando a Terra e todos os seres vivos, tais como o leão, o golfinho, as formigas, a águia e o cavalo.
.
O "Planeta azul" foi feito por Deus em duas fases: a primeira podemos chamar de fase cósmica, onde nenhum ser vivo ainda existia (Gênesis 1:1,2). Uma teoria científica diz que durante sua fase cósmica, a Terra teria sofrido uma colisão com um corpo impactante, de dimensões um pouco maiores que Marte, durante os estágios finais da acresção planetária. Na colisão, o corpo impactante e parte da Terra teriam se fragmentado; grande parte do núcleo metálico e parte do manto silicático do objeto incorporara-se à crosta terrestre (que também era silicática) e a outra parte do corpo celeste entrara em órbita, formando a proto-Lua.
.
Penso que este choque que teria formado a Lua posteriormente e enriquecido a crosta terrestre com minerais metálicos e outros, trazidos pelo corpo impactante, pode ter sido parte dos planos de Deus em criar condições para realizar a segunda fase da criação terrestre, a fase onde o Criador iria encher a Terra com imensa variedade de vegetais, animais, seres de outras categorias taxonômicas e o homem, Sua obra prima. Visto que Deus precisaria completar os componentes minerais sobre a Terra, ao passo que quando o Planeta esfriasse se solidificaria, dando origem às rochas pré-cambrianas e outras mais à frente. Estas rochas se intemperizariam com o calor e a umidade (não só, mas principalmente), formando os solos, suporte e fonte de nutrientes para as plantas, que iriam alimentar os seres vivos (Gênesis 1:30).
.
A Lua também foi formada para influenciar no ciclo de vida destes seres criados por Deus, devendo-se ser criada antes deles. Um exemplo da influência da Lua está nas marés (altas e baixas), que ditam a vida nos mangues, por conseguinte.
.
Note que, dessa forma, tudo o que Deus criou foi por um propósito, culminando em uma harmonia entre tudo isso e a vontade do Altíssimo. Neste caso, o caos faz parte do processo, mas não é o resultado final.
.
Satanás, o arquiinimigo de Deus, está conseguindo transformar a Terra mais uma vez em um caos, mediante o pecado dos homens, gerando destruição em morte por toda parte, com furacões, terremotos, inundações (como a ocorrida em Santa Catarina a pouco), fomes, pestes, etc.; e incita o homem a desmatar, poluir as águas, os solos e a atmosfera, tudo em nome do "progresso" e do bem-estar (não para todos). Este tipo de caos não faz parte dos planos de Deus. "Até quando estará de luto a terra, e se secará a erva do campo? Por causa da maldade dos que habitam nela, perecem os animais e as aves..." (Jeremias 12:4). Isso perdurará até a segunda vinda de Jesus Cristo, que virá buscar quem O esperou, e reinará com eles durante os mil anos profetizados (Apocalipse 20:6). Depois, aniquilará definitivamente o mal. O Senhor irá restaurar a Terra após estes mil anos, a tirando de uma vez por todas do caos, e a entregando por herança àqueles que amam a Jesus e guardam todos os Seus mandamentos. O mal não se levantará por duas vezes, garante o Senhor Jesus (Naum 1:9 e Apocalipse 21:4).

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Japoneses Buscam Tecnologia para "Ver Pensamentos"

Pesquisadores japoneses conseguiram com sucesso processar e visualizar imagens simples diretamente do cérebro humano com a ajuda de um software, no que poderá ser o primeiro passo para se fazer um registro visual de sonhos.

Os cientistas da ATR Computational Neuroscience Laboratories, com sede em Kyoto, disseram que a tecnologia desenvolvida poderá, por exemplo, ser usada para "ver" o que uma pessoa estiver pensando, inclusive durante o sono – desde que esse pensamento envolva a projeção de formas físicas, como a imagem de letras ou objetos.

O pesquisador-chefe Yukiyasu Kamitani, de 38 anos, afirmou que esta foi a primeira vez na história da ciência em que foi possível processar, diretamente das atividades cerebrais, imagens do que uma pessoa viu.

"Existem vários estudos parecidos no mundo, mas nenhum obteve tal sucesso", comemorou Kamitani.

Processo

A idéia dos cientistas era tentar emular o processo de visualização humana.

Quando uma pessoa olha um determinado objeto, a retina dos olhos captura a imagem e a converte em sinais eletrônicos, que são enviados ao córtex visual do cérebro.

A grosso modo, o que a equipe de pesquisadores fez foi estudar minuciosamente esse processo para então poder captar esses sinais e transformá-los em imagem em uma tela de computador.

Com o software criado pelos cientistas, eles conseguiram processar imagens vistas por pessoas ligadas a aparelhos de ressonância magnética.

Durante o processo de pesquisa, os cientistas estudaram diferentes comportamentos de cérebros diante de 400 imagens diversas.

Depois, foram mostradas a voluntários as seis letras da palavra "neuron".

O software processava as imagens captadas por aparelhos de ressonância magnética durante o processo de leitura do cérebro. Os cientistas conseguiram reconstruir a palavra em uma tela neste processo.

Aplicação

A aplicação prática da descoberta ainda vai levar tempo, mas a equipe está mais motivada a prosseguir com os testes.

"Esse aparelho poderá ajudar, por exemplo, pessoas com problemas físicos, como aquelas que só conseguem mover os olhos para se expressar", diz o neurocientista à BBC Brasil.

O estudo, que será publicado pela revista científica americana Neuron, vem sendo desenvolvido há três anos. Sete profissionais participam do projeto, liderados por Kamitani.

O próximo passo agora é trabalhar no desenvolvimento do software para mapear e processar imagens mais complexas e, quem sabe, até materializar um sonho.



Notícia original do site da BBC Brasil



Nota: Isso me faz lembrar da passagem bíblica que relata a revelação e interpretação do sonho do rei Nabucodonosor feita pelo profeta Daniel, concedidas por Deus a Seu servo. O homem está cada vez mais tecnológico e buscando realizar coisas que considerava impossíveis. Mas devemos estabelecer um limite. Uma coisa é certa, interpretar sonhos é possível somente a Deus, pois é o único que conhece o futuro. No relato bíblico, antes de consultar ao profeta Daniel, o rei buscou ajuda de magos, astrólogos, feiticeiros e adivinhadores, mas estes confessaram não poder revelar o sonho que o rei havia tido e esquecido posteriormente. O rei irado, mandou executá-los por "incompetência e falsidade". Deus protegeu a vida de Daniel e seus companheiros concedendo a ele não só o que o rei havia sonhado, mas até mesmo a interpretação para o sonho, que era o que aconteceria no futuro dos reinados da Terra e o fim de todos eles, com a vinda do Reino de Deus.

Não estou fazendo uma crítica ao estudo destes pesquisadores, até elogio o trabalho, visto que ajudará muitas e muitas pessoas que têm dificuldades motoras a interagir cada vez mais como toda pessoa normal. Na verdade, é um trabalho muito importante para o avanço nas pesquisas neurológicas. Só estou fazendo um comentário sobre o que pode estar envolvido junto a esta causa nobre. De maioria não cristã, muitos japoneses confiam em si mesmos e desconhecem ao Deus Verdadeiro, estando mais propensos a pensar que pela sua ciência, poderão um dia chegar a um nível tão avançado que poderão descobrir o significado dos sonhos. Lógico, há sonhos que até mesmo uma criança sabe interpretar, mas há outros que somente o Deus Eterno o pode. Não raras, muitas pesquisas vêm com propósitos de transformar as verdades de Deus em mentiras e transformar muitas mentiras humanas em verdades absolutas, caso da teoria da Evolução, que já nem é mais considerada teoria, mas um fato.

Dilúvio Universal - Prof. Dr. Walter Veith (Parte 1 de 6)

Este é parte de um vídeo feito em uma das palestras do professor doutor Walter Veith, onde faz um paralelo entre as duas teorias que explicam a origem do universo, a que segue a linha evolucionista e a que segue a linha criacionista. No estudo, procura refutar as teses evolucionistas que dizem que o Dilúvio descrito na Bíblia não existiu de fato, assim como mostra grandes evidências claras do Dilúvio que inundou toda a Terra. Caso tenha interesse em assistir a palestra por completo, click aqui para acessar o vídeo em partes, pelo youtube.

Versículo Bíblico Criacionista (4)

Refletiremos hoje sobre o versículo 3 do livro de Gênesis capítulo 1. "Disse Deus: Haja luz, e houve luz".

Deus, quando criou a luz no primeiro dia da criação, junto aos Céus e a Terra, estabeleceu um dos passos fundamentais para que houvesse a vida, tanto na Terra como em outros planetas do universo. Ela se propagou por todo o cósmos, revelando o que até então havia sido criado.

O Minidicionário Luft traz a concepção humana sobre o que é luz: "1. Claridade emitida ou refletida por certos corpos. 2. Radiação eletromagnética que provoca sensação visual. 3. Clarão; fulgor; brilho. 4. Tudo o que produz claridade. 5. Luminosidade; claridade. 6. Saber; inteligência. 7. Notoriedade; publicidade. 8. Certeza; verdade. 9. Ilustração; esclarecimento. 10. Evidência. 11. Progresso; ciência. 12. Conhecimento; noções".
.
A ciência diz que a luz tem a maior velocidade até então observada, percorrendo 300 mil quilômetros por segundo e seu cálculo é dado por: Velocidade da luz = Comprimento de fotons X número de fotons (freqüência). O cientista criacionista Isaac Newton (imagem ao lado) foi um dos primeiros a estudar a composição do espectro eletromagnético, fazendo a decomposição da luz, por meio de um prisma de vidro e inventando o "círculo das cores". A luz se divide em ordem de maior para menor freqüêcia em: Raio gama, raio X, raio ultra-violeta, luz visível (espectro), raio infra-vermelho e rádio; todos com subdivisões, como é o caso da luz visível que se divide em sete cores monocromáticas: Violeta, anil, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho; ainda há mais subdivisões a partir destas cores.

Perceba a precisão de detalhes acerca da luz que Deus criou. Como isso poderia ter surgido por um mero acaso? Algo tão organizado e complexo ao mesmo tempo. Isso aponta para um arquiteto e não para um acidente da natureza como muitos acreditam.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Versículo Bíblico Criacionista (3)

Meditaremos hoje em Gênesis 1:16 "Fez Deus os dois grandes luzeiros; o maior para governar o dia, e o menor, para governar a noite; e fez também as estrelas". Este é um texto é muito interessante. Nos leva para o campo da astronomia, astrofísica e cosmologia.

Não muito longe, cientistas descobriram que o Sol é imensamente maior do que somados todos os planetas, planetóides, satélites naturais (inclusive a Lua), asteróides, cometas, poeira e gás contidos no Sistema Solar; corresponde a 99,8% de toda a massa que há no sistema. também descobriram que o diâmetro atual do Sol é de aproximadamente 1,4 milhão de quilômetros, enquanto que o diâmetro da Terra é de 12.756,4 Km e o da Lua corresponde a 3.480 Km.

Pois bem, hoje qualquer um sabe, por exemplo, que a Lua e o Sol têm tamanhos diferentes, mas antigamente, os que não eram leitores da Bíblia ou não criam nela, pensavam que o Sol e a Lua eram do mesmo tamanho ou quase isso. Mas as Sagradas Escrituras já relatavam isso a mais de 4.500 anos, justamente no versículo 16 de Gênesis capítulo 1. Claro, muito do conhecimento acumulado até à Idade Média pela sociedade ocidental foi perdido, por causa da ignorância da Igreja Católica ao mandar destruir importantes acervos culturais como a Biblioteca de Alexandria. Tudo "em nome de Deus". Possivelmente se tinha uma noção de que o Sol deveria ser maior que a Lua, por exemplo, por causa de sua grande energia emitida, mas deve ter se perdido no "Período das Trevas", onde a ciência regrediu devido à repressão da Igreja.

Por causa da translação elíptica da Terra entorno do Sol, que faz com que a distância entre o Planeta e o astro seja variável ao longo do ano, com 152 milhões de quilômetros de distância máxima em 4 de junho (Afélio) e 147 milhões de quilômetros de distãncia mínima em 31 de dezembro (Periélio) conseqüentemente o Sol aparenta ficar maior ou menor que a Lua, conforme a estação do ano, mas é algo imperceptível a olho nu, até mesmo ao ver um eclipse solar. Por isso que os observadores do céu de antigamente continuavam a achar que o Sol e a Lua eram de dimensões semelhantes.

O resgate dessa verdade científica veio a contribuir com a confiabilidade da Palavra de Deus. A Bíblia não é um livro de ciências, mas quando menciona algo como um fato científico, nunca se engana.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Versículo Bíblico Criacionista (2)

O verso para meditar-mos hoje é: "No princípio, criou Deus os céus e a terra." (Gênesis 1:1).

Veja que o versículo não diz o tempo exato da criação dos Céus e da Terra, somente diz "no princípio". Por isso, não se pode estabelecer o tempo certo da criação, já que Deus não nos revelou em Sua Palavra, a Bíblia. Pode ser que o universo, assim como a Terra tenham milhares de anos de idade, como pode ser que tenham bilhões de anos.

A ciência convencional tenta estabelecer o tempo em que existe o universo, por meio de métodos como a medição e cálculo do chamado "espectro da radiação de microondas de fundo" (microwave background radiation) ou simplesmente "radiação de fundo", originada a partir da Grande Explosão (Big Bang) que esta ciência prega que existiu, e estabelece, atualmente, uma idade de 13,7 bilhões de anos de existência do universo. Reforço que isso é apenas teoria, nada foi provado até então. O LHC (sigla em inglês para Grande Colisor de Hádrons) foi construído, dentre outros propósitos, para tentar provar que existiu o Big Bang. Em 2009, quem viver constatará os resultados das simulações do LHC. Desde que não forjem os resultados, a Bíblia mostrará mais uma vez sua veracidade, onde diz que o universo não surgiu a partir de um acidente cósmico, o acaso, mas sim, surgiu a partir dos planos de Deus, fruto de Sua mente criativa. Estudo as duas teses para a origem do universo (a da ciência convencional e a tese criacionista), mas prefiro crer no que Deus revelou nas Sagradas Escrituras, por uma questão de fé e pela própria ciência. Porém, a ciência alternativa (nem por isso menos importante), que evidencia em suas pesquisas, a existência de Deus, o Criador do universo e da vida sobre a Terra.

O versículo em estudo também não diz qual foi o indivíduo da Divindade Triúna que criou o universo, mas ao ler outros textos da Bíblia acabamos sabendo: foi Jesus Cristo. Em João 1:1-3 diz "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele e, sem ele, nada do que foi feito se fez". O "Verbo" mencionado neste trecho é Jesus (João 1:4-14).

Note que para se compreender um texto da Bíblia é necessário contextualizá-lo a outro texto da própria Bíblia, para não haver interpretações errôneas. Há momentos em que contextualizar os textos bíblicos com fatos histórico-científicos se torna útil, mas sempre deve prevalecer a Bíblia em caso de aparente contradição.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Inauguração da Série "Versículo Bíblico Criacionista"

A partir de hoje, começo a postar reflexões minhas acerca de versículos bíblicos que se referem a Deus como Criador dos Céus, da Terra e tudo que neles há, principalmente a vida. Notei uma grande quantidade de versículos desta natureza na Bíblia e decidi criar uma série neste blog, comentando um verso por dia. Essa é a idéia inicial, não sei se poderei fazer isso diariamente. Creio que já é tempo de ajudar a propagar pelo mundo as três mensagens angélicas de Apocalipse 14, delegadas por Deus a Seu povo, para que conscientize todas as pessoas do mundo sobre o conteúdo destas três mensagens. Em especial, procurarei enfatizar a primeira das três: "...Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora de seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas" (Apocalipse 14:7). E aproveitando, quero começar por este versículo.

Em Apocalipse 14:7 o apóstolo João relata uma das três mensagens, que escutou de um dos anjos, quando em uma de suas visões concedidas por Deus. Deste texto podemos tirar duas lições fundamentais: O mundo deve voltar a adorar o Deus que criou tudo o que há de bom (porque quem criou as coisas más foi o Diabo). Visto que grande parte das pessoas não estão adorando o Deus verdadeiro, se desviando em falsas religiões (como a "maradoniana" comentada na postagem de ontem), acreditando em teorias que contrariam os infalíveis relatos bíblicos acerca da origem do universo e da vida, como a Teoria do Big Bang e da Evolução das Espécies, não amando o Senhor e muito menos o louvando; mostram que não estão preparados para prestar contas com Aquele que nos concedeu a vida, indicando através de Sua Palavra, o Bíblia, como zelar deste dom maior que é viver.

Por outro lado, este versículo aponta para uma retomada total da guarda dos mandamentos de Deus, exigidos por Ele próprio "Se me amais, guardareis os meus mandamentos" (disse Jesus em João 14:15), atentando para o quarto mandamento: "Lembra-te do dia de sábado para o santificar, (...) porque, em seis dias, fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou" (êxodo 20:8-11). Este mandamento é o único dos dez que aponta para Deus como nosso Criador, tragicamente, sendo o mandamento mais esquecido pelos homens, mesmo sendo também o único que começa com a palavra "lembra-te". Esta palavra composta está empregada neste mandamento não por acaso, mas justamente pelo fato de Deus saber que o homem iria se esquecer do sábado e que Ele é seu o Criador, Mantenedor, Salvador e restaurador. A guarda do sábado, dentre outros propósitos, foi planejada pelo Senhor para servir de memorial da Semana da Criação, uma espécie de monumento, só que temporal (um dia, de sete, do ciclo semanal). Então, uma das formas da humanidade voltar a adorar Aquele que fez os Céus, a Terra, o mar e as fontes das águas é separando o sétimo dia estabelecido e ordenado por Deus, para um maior relacionamento com seu Criador, contemplando a natureza provinda de Sua mente e refletindo sobre Seu grande amor sobre Suas criaturas.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Igreja Maradoniana

Tá aí uma notícia que não me surpreendeu, saber que existem pessoas que cultuam o ex-jogador Diego Armando Maradona. Mas o que me surpreendeu foi saber que esta igreja já existe oficialmente há 10 anos. Muitos argentinos ou não argentinos têm verdadeira paixão pelo futebol e boa parte destes passou dos limites, transformando a paixão em idolatria ao Deus verdadeiro. Já são mais de 100 mil adeptos à "Iglesia Maradoniana" em todo o mundo. A religião foi fundada oficialmente em 1998 e sua página na Web pode ser acessada clicando aqui. Por meio deste site, é possível aderir a esta inusitada "religião" (que tal?) e saber mais sobre a história do culto ao "10", referência ao número da camisa de Maradona quando jogava oficialmente pela Seleção Argentina. Os "maradonianos" usam um divisor de tempo para antes e depois de Diego (A.D - D.D), análogo ao usado pelos cristão para antes e depois de Cristo (A.C - D.C).

Deixo as palavras do fundador da Igreja Maradoniana, Hernan Amez: "Pelé foi rei. E Maradona é Deus". Isso é deplorável. Só falta inventarem uma religião para cultuarem ao Pelé ou ao Romário... não duvido.

Maravilha Azul

Esta seqüência de slides preparadas pela ONG Greenpeace nos ajuda a refletir um pouco sobre nosso comportamento, muitas vezes, consumista. Assista e veja pelas imagens de satélite que nosso Planeta ainda têm um bom aspecto visto do espaço, mas sabemos que se for visto em detalhes, notaremos que o homem vem destruindo a natureza, pelo desmatamento, poluição, etc. Depois de ver, "Faça sua parte!"

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Jesus Pode Ter Nascido em Junho, Diz Astrônomo

Deu no site Terra em 9/12/08: "Uma pesquisa realizada por um astrônomo australiano sugere que Jesus Cristo teria nascido no dia 17 de junho e não em 25 de dezembro".

(...)

"O astrônomo explica que a conclusão é fruto do mapeamento dos corpos celestes da época em que Jesus nasceu. O rastreamento foi possível a partir de um software que permite rever o posicionamento de estrelas e planetas há milhares de anos".

"Baseando-se no Evangelho de Mateus, que descreve a aparição de uma "estrela" como sinal do nascimento de Jesus, Reneke identificou a conjunção dos planetas Vênus e Júpiter, que teriam emitido uma forte luz que poderia ter sido confundida com uma estrela".

" 'Vênus e Júpiter chegaram muito perto no ano 2 a.C refletindo muita luz. Não podemos dizer com certeza que esta era a estrela de Natal descrita na Bíblia, mas até agora esta é a explicação mais plausível que já vi sobre isso', disse Reneke à BBC Brasil".

" 'A astronomia é uma ciência tão precisa, que podemos apontar exatamente onde os planetas estavam. E há uma grande probabilidade que esta conjunção possa ser a estrela descrita por Mateus no Evangelho' ".

Nota: Creio que muitos já sabiam que a data de nascimento de Jesus Cristo não é 25 de dezembro e que esta data foi incorporada ao cristianismo por influências do paganismo sobre a igreja dominante na Idade Média, a Igreja Católica, onde esta data era dantes dedicada ao deus sol. Ou seja, comemora-se por tabela, uma festa pagã. O astrônomo australiano Reneke, procurou estabelecer com precisão o provável dia do nascimento de Jesus, baseando-se na posição de planetas que ao entrarem em linha com a Terra poderiam ter emitido à Terra um brilho intenso, dando a impressão de ser uma estrela, a qual os reis magos seguiram até encontrar o Salvador que nasceria.

Se foi a junção de planetas que formaram a "estrela de natal", não sei, mas a Bíblia relata que esta estrela se movia e baixou até o local onde estava o menino Jesus, indicando o caminho para os reis magos (Mateus 2:9). Há margem bíblica para dizer que era apenas ilusão de óptica ou algo parecido? A estrela se deteve sobre o local onde Jesus nascera, de fato? A ciência tenta cumprir seu papel nestas questões. Mas o mais importante nisso tudo é o nascimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que veio para reconciliar o homem pecador a seu Criador. O resto são detalhes.

Das inúmeras profecias acerca da vinda de Cristo ao mundo, destaco a relatada no livro de Daniel capítulo 9. "Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até o Ungido, ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos." (Daniel 9:25). Sabendo que em profecia um dia equivale a um ano e sabendo o ano, mês e dia em que foi dada a ordem para reedificar Jerusalém, podemos calcular o ano, mês e dia em que nasceu Jesus. Deve se através desta profecia que os três reis magos ficaram sabendo quando o Salvador iria nascer e peregrinaram pelo deserto, seguindo a estrela guia.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Rádios Evangélicas "Vizinhas" Pregando Doutrinas Totalmente Diferentes

Como em todas as noites, estava eu ouvindo nesta madrugada (8 de dezembro) a rádio adventista de Maringá, a Rádio Novo Tempo 104,9 FM, pertencente à Rede Novo Tempo de Comunicação. Nisto, outra freqüência de outra rádio se sobrepôs à Novo Tempo (meu rádio ainda é daqueles com seleção de freqüência analógica) e logo percebi que era da rádio "vizinha", a rádio da Igreja Universal do Reino de Deus, intitulada Rede Aleluia 104,3 FM. Então notei algo muito curioso nas duas pregações que estavam sendo transmitidas simultaneamente, uma em cada rádio:

Na Rede Aleluia um pastor estava dirigindo o programa chamado "Espaço Empresarial" que vai ao ar das 0 horas à 1 da manhã, falava sobre "as bênçãos que Deus dá aos que fazem sacrifícios em dinheiro a Deus, como dízimo e ofertas", colocando pessoas dando testemunho sobre o que receberam, supostamente de Deus, após participarem de um ritual da Igreja Universal chamado "Fogueira Santa dos Sete Montes de Israel", onde a pessoa dá o dinheiro, crente em que será retribuída financeiramente por Deus, de forma muito superior. O pastor enfatizava várias vezes a importância de fazer o sacrifício de dar o dinheiro pra Deus (por meio da igreja), em troca das bênçãos do Senhor. Enfim, estava pregando a teologia da prosperidade. O principal público visado logicamente são empresários que não vão muito bem nos negócios, pessoas desesperadas que buscam uma saída para resolverem seus problemas com as dívidas acumuladas, à espera de um milagre em suas vidas. A impressão que tive ouvindo esta pregação foi que a chave para resolver os problemas, principalmente financeiros, é o sacrifício de algum bem material a Deus (que fica em posse da Igreja Universal), e não a fé em Jesus Cristo, nosso representante no Céu junto a Deus Pai. O problema disso tudo está aí, não mencionavam o suficiente sacrifício que Jesus fez por todos nós na cruz do calvário, ao qual nos dá o direito de recebermos as bênção de Deus se crer-mos em Jesus. Ou seja, tiraram Cristo Jesus de Sua função como mediador entre Deus Pai e a humanidade.

Já na Rádio Novo Tempo os programas "Tempo de Refletir" e o "Palavra Viva" discutiam, além de outros temas, o sacrifício de Jesus por cada ser humano, expondo que por meio dEle temos a reconciliação com Deus, e através dEle podemos todas as coisas. "Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipenses 4:13). Não é o sacrifício de dinheiro ou qualquer outra coisa material que tocará o coração de Deus para que nos ajude, mas sim a fé em Jesus. Do contrário, podemos cair no mesmo erro de Caim, que quis oferecer a Deus o fruto de seu trabalho, em sinal de querer comprar a simpatia e a salvação do Senhor; mas Deus recusou sua oferta, pois somente o sacrifício de Jesus Cristo pode salvar o homem do pecado; Abel entendeu isso, oferecendo o que Deus ordenara, um animal fruto das primícias do seu rebanho, que simbolizou o sacrifício de Jesus (Gênesis 4:3,4). O homem não tem nada a oferecer a Deus a não ser a fé em Jesus. Aí sim, a verdadeira bênção almejada pelo fiel virá, conforme a vontade Deus e o que for melhor para a pessoa requerente.

Esta diferença de ensinamentos destas duas redes de comunicação evangélicas deixa claro que a liberdade de informação está em pleno vigor, bastando saber diferenciar o que é coerente e o que não é. A forma de saber isso, com certeza é lendo a Bíblia, somente assim poderemos diferenciar o que Deus aprova e o que desaprova. Mas como explicar os resultados obtidos por aqueles que dizem ter recebido bênçãos de Deus após sacrificarem algo pra Ele, em troca de favores pessoais? Será que é mesmo Deus que está "abençoando" estas pessoas ou alguém que tem poder para isso, mas que quer manter estas pessoas na ignorância e voltadas ao egoísmo, em detrimento ao sacrifício do Senhor Jesus por nós?

Espiritismo e Ceticismo em Alta, Bíblia em Baixa

Michelson Borges publicou ontem (7/12/08) em seu blog criacionista.blogspot.com uma postagem que faz uma severa crítica a duas reportagens de duas revistas muito conhecidas e respeitadas pela maior parte da sociedade: A revista Galileu e a Superinteressante. Aquela vêm com uma matéria de capa sobre Espiritismo, se mostrando simpática a esta doutrina, no decorrer do texto; a "Super" tenta desqualificar (mais uma vez) a confiabilidade e autoria da Bíblia, colocando logo na capa o questionamento "Quem escreveu a Bíblia?" e o subtítulo “A religião diz que ela (a Bíblia) veio de Deus. Mas novas evidências revelam como os textos sagrados foram escritos – e manipulados – pelos homens. Conheça os verdadeiros autores da Bíblia. E o real significado do que eles disseram”. No decorrer da matéria os ataques à Palavra de Deus são regados a ironias e escárnios, mostrando um completo desrespeito e desconsideração com a Bíblia, além de mostrar muita falta de conhecimento sobre o real sentido dos textos bíblicos.

Como não sou leitor destas revistas, não posso fazer maiores comentários, mas disponibilizo o link da postagem de Michelson logo a seguir:

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Consertos no Colisor de Hádrons Custará Até US$ 29 milhões

O Cern (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear) divulgou hoje (5/12/08) que para fazer reparos no Grande Colisor de Hádrons precisará investir até 29 milhões de dólares. A notícia li no site Terra.

O Grande Colisor de Hárdrons é a maior e mais complexa máquina já construída pelo homem e tem a finalidade de colaborar nas pesquisas nucleares, onde um dos objetivos é tentar simular o tão defendido pela ciência convencional Big-Bang (Grande Explosão a partir da qual o universo teria se formado). Os custos para montar o LHC (sigla em inglês para Grande Colisor de Hádrons) foram de 10 bilhões de francos suíços, cerca de 8,28 bilhões de dólares; é bancado por 20 países europeus mais outros países como Estados Unidos e Rússia. O porta-voz do Cern, James Gillies, disse que o dinheiro para fazer o conserto do LHC sairá do próprio orçamento atual do Cern.

O LHC estava previsto para entrar em pleno funcionamento em setembro deste ano, mas um vazamento de hélio interrompeu as atividades, pois danificou diversas peças mecânicas do aparelho. Com isso, terão que ser desmontados 53 dos 57 ímãs que ficam no túnel circular do colisor (veja na ilustração logo abaixo) para reparos das peças danificadas e depois ser reposicionados.

Para se ter uma idéia, a estrutura do colisor de hárdrons foi feita em maior parte a cerca de 100 metros abaixo da superfície e consiste em um acelerador de partículas, que se divide em um túnel circular com diâmetro aproximado de 8,6 km e 27 km de extensão, amplificadores de ondas de rádio, ímãs bipolares supercondutores, detectores de partículas ATLAS, ALICE, CMS e LHCb (que têm altura entre 10 e 25 metros e pesam cerca de 12.500 toneladas), dentre outros equipamentos. O LHC está montado perto de Genebra, fronteira entre França e Suíça.

Se tudo der certo nos reparos, está previsto para pôr o LHC em funcionamento no segundo semestre de 2009. Os feixes de partículas de prótons serão acelerados a uma velocidade próxima a da luz e submetidos à colisão. Neste ínfimo espaço de tempo, os pesquisadores pretendem observar possíveis novas partículas ainda não observadas, podendo revelar novos segredos à ciência. Esta é uma das espectativas dos pesquisadores.

Há críticos que puseram em questão a segurança do acelerador de partículas, alertando que existem riscos de haver um acidente que poderia causar até mesmo a extinção do planeta, ao dar origem a um buraco negro. Veja um vídeo que mostra a simulação deste possível acidente clicando aqui. Fica o alerta, pois os pesquisadores que fizeram as críticas conhecem muito bem a máquina. Todavia, os pesquisadores que trabalham no Cern dizem que o risco disso acontecer é insignificante, não negam o risco, mas dizem que o LHC em funcionamento causará pequenos buracos negros, infinitamente menores que um átomo e se evaporarão quase que instantaneamente. Bom, muitos cristãos que conhecem as profecias bíblicas vão concordar que o mundo não terá seu fim por causa de um buraco negro. Então conclue-se que os pesquisadores do Cern estão corretos nisso (nisso).

Penso que este ambicioso projeto poderá contribuir e muito para o mundo científico, de modo geral, pois as descobertas e as tecnologias a partir dele obtidas serão muitas. Também serão de proveito à sociedade, pelo emprego destas novas técnicas em diversos outros setores. Porém, acredito que os resultados desta pesquisa não irão provar nada que confirme o Big-Bang, a não ser que forgem resultados por interesses próprios, visto que o universo não surgiu e não está evoluindo pelo acaso, regido por leis naturais que nada têm a ver com o Deus Criador. Como simulador do Big-Bang, presumo que o LHC não vai ser eficiente. Deus deixou expresso na Bíblia, que deu origem aos astros, estrelas e tudo que há no universo a partir de Sua palavra, de maneira planejada e desejada. O homem, Sua obra-prima, resiste cada vez mais em dizer que foi criado pelas mãos de Deus, inventando N formas de tentar provar isso. Mas um dia, quando Jesus Cristo vier com Seus santos anjos, cheio de poder e glória para buscar os que nEle acreditaram e acreditam, lançará por terra todas estas mentiras acerca de nossas origens, que muitos forçam a sociedade a acreditar, levando muitas pessoas ao agnosticismo ou até mesmo à negação da existência do Deus Criador dos Céus e da Terra.




Click sobre a imagem para ampliá-la

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Bíblia em Escolas Públicas do Brasil Pode se Tornar Lei

Achei muito interessante o que Michelson Borges postou em seu blog Criacionismo.com.br, comentando sobre a notícia do site PublishNews que exponho logo abaixo:

"Na quinta-feira da semana passada, 20 de novembro, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou o Projeto de Lei 2865/08, do deputado Filipe Pereira (PSC-RJ), que obriga o Poder Público a colocar um exemplar da Bíblia em cada biblioteca pública do País. O projeto foi aprovado em caráter conclusivo e seguirá para o Senado. O autor apresentou o projeto por causa da 'sólida tradição cristã' no Brasil e para tornar a Bíblia acessível às populações carentes. O relator da proposta, deputado Carlos Willian (PTC-MG), elaborou parecer favorável à constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa do projeto. O deputado Roberto Magalhães (DEM-PE) também manifestou-se favorável ao projeto, mas fez uma advertência: 'Ele pode encontrar dificuldades com aqueles que entendem que a obrigatoriedade prevista é inconstitucional'. Em agosto, a iniciativa já havia sido aprovada na Comissão de Educação e Cultura".

Logicamente, também penso que é muito bom introduzir a Palavra de Deus no mundo escolar, ela pode ajudar e muito no desenvolvimento dos alunos de muitas formas, mas principalmente ajuda a formar um cidadão de bom caráter. Este Projeto de Lei proposto pelo deputado Filipe Pereira e aprovado pela CCJ é uma conquista e tanto.

Com isso, os alunos poderão ter acesso a mais de uma fonte de informação sobre as origens do homem e de tudo que há, já que até então só têm acesso ao ensino baseado nas explicações evolucionistas, em geografia, biologia, história, filosofia e outras disciplinas em menor grau. Hoje se sabe que nem todos os jovens em fase escolar têm a sorte de ter um pai e uma mãe que os ensinam em casa, através da Bíblia, nossas origens, conforme os relatos nela contidos. Ou seja, estes jovens "sortudos" têm uma maior compreensão do mundo, visto que sabem algo mais que os outros. E esta pluralidade de informações é boa, pois estimulará o senso crítico dos alunos. Claro, o enriquecimento espiritual e consciência do plano que Deus tem para nos salvar, por meio de Jesus Cristo, fica muito mais nítido para estas crianças que lêem a Bíblia.

Eu, por exemplo, em minha fase escolar, me lembro de poucas vezes escutar ou ler a Palavra de Deus em sala de aula. Só lia e escutava-a em casa, com meus pais (o que é fundamental). De vez em quando uma professora (sempre a mesma) vinha com um daqueles livrinhos (acho que conhece, aqueles que contém o Novo Testamento, Salmos e Provérbios, distribuídos gratuitamente pelos Gideões Internacionais do Brasil) e lia o Salmo 23 antes de começar sua aula de ciências naturais, atropelando os próprios ensinamentos da Bíblia ao nos falar do Big-Bang e de evolução. Mas enfim, ela tentou nos estimular a ler a Bíblia, mesmo fazendo-nos desacreditar no mesmo livro, logo em seguida. Seria cômico se não fosse trágico...

Desejo que esta nova lei venha para abrir caminhos à propagação do verdadeiro Evangelho da salvação sobre os "homens do amanhã"! Assim, muitos que d'antes não tinham acesso a uma Bíblia, agora poderão ter, em ambiente propício, o dos estudos.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

EUA Estão em Recessão Desde 2007

"A economia americana entrou em recessão em dezembro de 2007, afirmou a Agência Nacional de Pesquisa Econômica (NBER, na sigla em inglês), um instituto de pesquisa privado de prestígio e considerado o juiz das recessões do país".

"A atual recessão é a terceira mais longa desde a Grande Depressão".

Leia na íntegra a notícia do site de notícias Terra clicando aqui.

A recessão anunciada ontem, fez com que os índices das bolsas de valores caíssem, principalmente a Nasdaq e a Dow Jones (americanas), cerca de 5,5%.

Com isso, os Estados Unidos se unem aos outros países que já anunciaram estarem em recessão econômica: todos os países da Europa (menos a França que, mesmo assim, cresceu somente 0,14% no terceiro trimestre de 2008) e Japão, por exemplo.

Estas afirmações já eram de se esperar, visto que os Estados Unidos vêm tentando reequilibrar sua economia a um bom tempo, ficando evidente neste segundo semestre de 2008. O novo presidente eleito, Barack Obama, é a nova esperança dos cidadãos americanos e dos outros povos do mundo todo. A senadora Hillary Clinton, escolhida por Obama para ser a Secretária de Estado em seu governo disse ontem: "Os Estados Unidos não sairão da crise sem a ajuda do mundo e o mundo não sairá da crise sem a ajuda dos Estados Unidos". E ela está certa, um país está intrinsecamente ligado à economia do outro (economia globalizada), mas isso vai implicar em uma Nova Ordem Mundial, como está previsto, observando o cenário político-econômico mundial. Até mesmo o presidente do Brasil (Lula) já deu sinais de que quer um novo modelo para a sociedade brasileira e andou recebendo uns conselhinhos do papa Bento 16. Aliás, a Igreja Católica está muito interessada em ajudar (logicamente) os países em sair da crise. Poderá propor o que está em seu alcance, estimular os seus 1,313 bilhão de fiéis a colaborar da forma que a Santa Sé ordenar. E esta forma poderá ser muito variada, mas principalmente poderá ser a chamada "volta aos princípios da família", onde a guarda do domingo como dia de descanso e não de trabalho provavelmente virá à tona, por ter uma lógica econômica por traz disso também. Como são a maioria no mundo ocidental, as medidas propostas pelos católicos em conjunto com propostas do governo dos Estados Unidos poderão ser acatadas por quase todos no mundo (quase todos). Os muitos encontros entre o atual presidente dos EUA (George W. Bush) e o papa confirmam o que estou expondo. O que será que conversam nestes encontros, quando estão às portas fechadas?

Um novo modelo para ajudar a superar a crise econômica está sendo esperado pelo mundo, onde o que os Estados Unidos propor, o mundo provavelmente vai acatar.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

A Influência da Alimentação Sobre a Sociedade Moderna

Muitos já sabem que os alimentos industrializados podem causar muitos problemas à saúde humana, mas poucos estão se dando conta da abrangência decorrente destes produtos na vida social, espiritual, estudantil, dentre outras.

As grandes redes de fast-food lucram bilhões e bilhões de dólares todo ano (só o Mc Donald's faturou US$ 5,75 bilhões no quarto trimestre de 2007), sinal do mau costume alimentar do cidadãos "modernos". Da mesma forma os supermercados espalhados por todo o mundo. O grande forte destes empreendimentos é a venda de comida industrializada, que possa ser consumida rapidamente e dar o mínimo possível de trabalho na hora do preparo (praticidade). Isso é reflexo do modo como vivem as pessoas, sem tempo até mesmo para fazerem as refeições, sempre em busca de mais e mais dinheiro e bens, uma busca incessante. Mas estas pessoas não estão se dando conta (ou não estão preocupadas) com as conseqüências deste estilo de vida descontrolado. Frituras, doces e salgados são extremamente consumidos nos dias de hoje. Um veneno para o corpo. As doenças cardiovasculares, o diabetes, a hipertensão arterial e muitas outras doenças se alastraram de maneira espantosa. Países como Estados Unidos e Brasil encabeçam as estatísticas de pessoas doentes por causa do estilo de vida, incluindo alimentação. 73% da população adulta estadunidense está com sobrepeso ou sofrendo de obesidade, diz um estudo da entidade Trust for America's Health .

Não é de se estranhar que o número de farmácias em todo o mundo cresceu proporcionalmente ao consumo exagerado dos produtos alimentícios industrializados, a partir da primeira e segunda Revoluções Industriais. Em cada esquina tem uma farmácia (força de expressão), cheia de promoções do dia e outros atrativos para conquistar o freguês, pois a concorrência é grande, assim como a demanda. Enfim, um mercado em expansão.

Além da gordura, excesso de doce ou sal, ainda são encontrados em muitos alimentos industrializados conservantes, estabilizantes, corantes e outras substâncias nocivas à saúde daqueles que consomem estes produtos. Isso sem falar nos industrializados produzidos com vegetais transgênicos e carnes de animais geneticamente modificados, até então, sem respostas confiáveis da ciência sobre sua segurança para a ingestão humana.

Ou seja, os mesmos alimentos que proporcionam ao homem moderno praticidade e agrado ao paladar (deturpados, devo lembrar), são os mesmos que geram sua ruína.

Quanto a outros problemas que a má alimentação gera, podemos destacar que a relação espiritual entre as pessoas e Deus fica alterada, onde estes alimentos ou bebidas (principalmente alcoólicas) podem desencadear estímulos extremos e desregulatórios, tomando a atenção e concentração no ato da oração (nossa principal forma de se comunicar com Deus), assim como gera problemas no interesse em ler e compreender a Bíblia, por exemplo. Isso porque as partes do cérebro responsáveis por estas funções ficam prejudicadas. O lóbulo frontal, por exemplo, responsável pelas tomadas de decisões e raciocínio lógico, pode não atuar como deveria, se for nutrido por substâncias nocivas encontradas em muitos alimentos ou bebidas industrializados. Com isso, nossas faculdades mentais podem ser prejudicadas. Estudar pode se tornar algo difícil e cansativo, orar então, nem se fala.

Analisando tudo isso, percebe-se que voltar a nos alimentar com alimentos naturais, tais como verduras, frutas, cereais integrais, leguminosas, raízes; além de muita água pura, prática de exercícios físicos e comunhão com Deus, é a melhor forma de se defender destes problemas do homem moderno. Por que? porque são os alimentos que o nosso Deus nos deixou originalmente, para que possamos nos alimentar com saúde (Gênesis 1:29 e outras referências bíblicas). O nosso Criador sabe do que somos feitos e do que precisamos para funcionar corretamente. Ele nos deixou todas as instruções necessárias em Sua Palavra, mas também nos deu o dom do livre arbítrio. Afinal, Ele diz em um verso bíblico: "Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência..." (Deuteronômio 30:19). Vamos voltar aos princípios da vida!

Copérnico: Mesmo Morto se Torna Vítima de Meias Verdades

A seguir, trechos de uma publicação de O Estadão (20 de novembro) sobre a descoberta de prováveis restos mortais do astrônomo Nicolau Copérnico:

"VARSÓVIA - Pesquisadores informaram hoje que identificaram os restos mortais do astrônomo Nicolau Copérnico (1473-1543), comparando o DNA de um esqueleto e fios de cabelos obtidos em um dos livros do cientista polonês do século 16. A descoberta pode colocar um fim a séculos de especulações sobre onde repousam exatamente os restos mortais de Copérnico, um sacerdote católico e astrônomo cujas teorias identificam o Sol, e não a Terra, como o centro do Sistema Solar (heliocentrismo)".

(...)

"A tese final de Copérnico foi publicada no ano da morte do astrônomo. As idéias de Copérnico desafiaram a Igreja, a Bíblia e teorias prévias, e foram retomadas mais tarde por cientistas como Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton".

Pois bem, fico feliz com esta descoberta importante para a ciência, Nicolau Copérnico foi um cientista à frente de seu tempo e merece ser lembrado por todas as gerações, principalmente as gerações de novos pesquisadores da astronomia, uma das ciências que mais me facina, a propósito. Porém, como geralmente acontece nas publicações da mídia, o texto citado tinha que vir acompanhado de mentiras (propositais ou não). Me refiro à passagem que o autor do artigo escreve que as idéias do heliocentrismo propósta por Copérnico eram contrárias ao que a Bíblia afirma sobre isso, o que é um grave equívoco. Na verdade, quem defendiam estas idéias eram mesmo a Igreja (romana) e muitas idéias (não todas) da época, que por sinal, eram influenciadas pela Igreja.

Já notei que a estratégia destes autores quase sempre é montar um "pacote" de informações e incluir quase que irrefutavelmente ataques à Palavra de Deus, de maneira sutil e estratégica. Note que o ataque à Bíblia foi misturado a ataques sobre a Igreja e a teorias prévias da época, em um contexto que de que estes estavam errados (concordo, com relação à Igreja e às teorias anteriores) diante das descobertas de Copérnico e outros grandes pensadores. Para o leitor mal informado sobre a Palavra de Deus e desatento, o artigo cria uma armadilha que mina a confiança na Bíblia ou acaba de eliminar de uma vez esta confiança, naqueles que já não criam na Bíblia. Como a Bíblia era "posse" da Igreja, acabou por ser incluída como errada também.

A Bíblia nunca afirmou que a Terra é o centro do universo ou do Sistema Solar (geocentrismo), essa idéia veio da tradição dos homens e não algo inspirado por Deus. Assim como muitos especulavam que a Terra tinha um formato de tablado circular e foram desmentidos (inclusive pela própria Bíblia), assim também foram desmentidos sobre várias idéias histórico-científicas. Um exemplo histórico desmentido foi o fato de a Bíblia dizer que existiu a cidade de Sodoma, ao passo que muitos historiadores dizerem o contrário. A Bíblia mais uma vez estava com a razão.

Também não é fato dizer que Galileu Galilei e Isaac Newton se incluiam nos cientistas que negavam a veracidade dos relatos bíblicos, a partir de suas idéias. A título de comentário, Newton pesquisou e escreveu mais sobre teologia do que sobre Matemática, física, química ou astronomia. O livro "As Profecias do Apocalipse e o Livro de Daniel" é um exemplo disso.

O que mais vão inventar para tentar desconcertar a Palavra de Deus heim?

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

A Geografia e a Bíblia II

Dê um click na imagem para vê-la em tamanho ampliado.
.

A geografia e a Bíblia se completam de uma maneira muito bela. A Bíblia não é um livro de ciências, mas quando cita algo científico nunca se engana. Deus, em sua infinita sabedoria, estabeleceu os céus e a Terra de uma maneira ordenada e precisa, onde percebe-se que há simetria entre os astros e estrelas, cada um em sua órbita, sincronizados como se fossem as engrenagens de um relógio.
.
"Acho impossível que um indivíduo contemplando o céu possa dizer que não existe um Criador" (Abraham Lincoln);
.
"Do meu telescópio, eu via Deus caminhar! A maravilha, a harmonia e a organização do universo só pode ter se efetuado conforme um plano de um ser todo-poderoso e onisciente" (Isaac Newton).
.
Estas célebres frases desses grandes homens que fizeram história, na política e na ciência respectivamente, ilustram muito bem o que quero transmitir. Mas em específico, no meu curso de geografia, ao estudar a fundo a Terra e tudo o que há nela (tirando a base evolucionista que nos é ensinado no curso) fico entusiasmado e admirado com tamanha perfeição na arquitetura e design criados por Deus e investidos na Terra. A propósito, a esfera é o símbolo da perfeição. Ah! mas não pense que esqueci que a Terra é um geóide (formato semi esférico e deformado), mas quem garante que a forma original de nosso planeta foi geoidal? Pode ser que tenha se modificado quanto à forma depois da introdução do pecado neste mundo, sobretudo no evento do Dilúvio, que mexeu com toda a Terra. Tanto é que antes deste acontecimento os continentes formavam apenas um grande bloco, depois se dividiram em latitudes e longitudes diferentes. Quero continuar a estudar este planeta, onde um dia será restaurado por Deus à sua forma original e poderei comparar as duas situações, tanto do agora como em um futuro eterno, ao lado do Senhor Deus. É o meu desejo.
Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br